Pesquisar este blog

22 agosto, 2014

Conheça o trabalho de localização do ArchiCAD para o Brasil

O ArchiCAD vem sendo localizado para o Brasil desde a sua versão 16. A localização envolve muito mais do que a simples tradução do software para o idioma local, ela pretende de fato incorporar o idioma mas também as normas e as necessidades locais em termos de bibliotecas e representação. Este é um trabalho continuo, que não se esgota, e que tem sido feito com maestria por um arquiteto de Pernambuco, o Max Andrade
Para contar um pouquinho desta história e o que está por traz da versão BRA do ArchiCAD, fizemos uma entrevista com o Max, que você pode conferir a seguir.


O Trabalho de Localização do ArchiCAD BRA, por Max Andrade
Durante os três últimos anos eu realizei, junto com alguns parceiros, a Localização do ArchiCAD nas versões 16, 17 e 18. A localização consiste em um trabalho de tradução e adaptação do ArchiCAD, do BIMx, do EcoDesigner, do BIMcloud e seus produtos complementares, à realidade do mercado brasileiro. Conta com a parceria e suporte de uma ampla equipe de especialistas internacionais. Durante a localização mantemos contatos quase diários com várias equipes da Graphisoft, situados em sua sede na Hungria. Cada uma das equipes é responsável pela localização de uma das partes que compõem o software. Uma equipe é responsável pela localização do software, propriamente dito, com toda a sua interface gráfica, outra pela documentação, uma terceira equipe é responsável pelos templates, outra pelas bibliotecas e, finalmente, existe uma equipe que é responsável pelo teste e controle de qualidade do produto.
Com base em um cronograma bem rigoroso, cada uma dessas equipes vai preparando e enviando produtos parciais que vão ser trabalhados aqui no Brasil. Durante todo esse processo são criadas versões betas do programa. Essas versões são testadas e corrigidas, até se chegar ao ArchiCAD com a cara do Brasil. Graças a competência, reconhecida internacionalmente, a gentileza e a seriedade dos funcionários da Graphisoft o trabalho de parceria, mesmo que muito exaustivo, é uma atividade extremamente prazerosa.
O trabalho de localização exige conhecimentos específicos na área da arquitetura, engenharia e construção civil, com compreensão no uso apropriado de terminologias técnicas, normas e convenções técnicas próprias do mercado brasileiro, além de conhecimentos linguísticos. Durante a localização são utilizadas várias fontes bibliográficas, como dicionários, manuais, catálogos de componentes e sites na internet. Estes, auxiliam no processo de localização e na escolha dos termos mais apropriada a serem traduzidos.
Aliado ao trabalho desenvolvido junto à Graphisoft a localização conta, também, com a parceria dos colaboradores e usuários do ArchiCAD em todo o Brasil. Estes nos propõe alterações no programa e sugestões de novas bibliotecas de produtos e templates que melhor se adaptem às exigências específicas dos usuários e às necessidades gerais do mercado nacional.
Em uma localização é feita a tradução de cerca de 100.000 palavras. Para tornar mais ágil o processo de tradução são utilizados softwares específicos da área, além de técnicas que viabilizam o processo de localização, dentro de um curto espaço de tempo, que é de aproximadamente 4 meses.
No final desse período se tem um produto da mais alta qualidade, comprovada em todo o mudo, com uma cara bem brasileira.

Sobre o Max AndradeDoutor pela UNICAMP/TECHNION, Mestre pela UNB e Arquiteto e Urbanista pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) em 1995. É Professor Adjunto da UFPE e consultor da Graphisoft. Tem desenvolvido pesquisas e experiências de ensino na aplicação do BIM em modelos de projeto arquitetônicos, com ênfase no desempenho e em processos de projeto digital. Tem experiência em projeto arquitetônico e ensino de projeto e expressão gráfica. Atua nas áreas de BIM, coordenação modular e projeto para construção. Estuda metodologias de projeto sob o enfoque das tecnologias da informação e comunicação.